Para ser

Para ser bailarino (i.e., aquele que vai aos bailes) não é preciso ter força, equilíbrio, flexibilidade, coordenação, coragem, criatividade ou originalidade - essas são habilidades que vêm com o tempo, naturalmente.
Para ser bailarino não precisa de roupas, de jeitos ou trejeitos, de ticket, de berço, nem de aprender na escola tradicional da cidade.
Para ser bailarino não é indispensável nem um corpo, embora seja conveniente já tê-lo, porém de um jeito ou de outro tudo se providencia.
O que precisa para ser bailarino é coisa muito simples, o mesmo algo que precisa para ser qualquer outro, seja padeiro, editor, fazendeiro, executivo, iogue, ou trabalhador normal mesmo - é uma certeza que crava lá no fundo e não tem mais como tirar - uma certeza de que é aquilo e não importa o que digam, não importa que dificuldades, não importa nada, porque já é, já aconteceu.

Thiago Berto
http://ser-ca.blogspot.com/

Postagens mais visitadas

Rabo