Tranfiguração

Transformar solidão em risos
marcas, pele, sombras
sentidos todos do corpo
forças, deslizes, manobras
amor latejante, poros
asas da mente demente
livre do aceite e recusa
andar, vir, sentir, colher
antever a fúria vulcânica
dos lábios dormentes
sentir todo céu da boca
sabor improprio delírio
sair de si, sentir aqui
o sentido mais profundo
de corpo e alma
tranfigurando o peito.

Postagens mais visitadas

Rabo