Memória

Há em mim um fogo
não apagado pela mágoa
um sorriso ainda largo
uma força não esmorecida.

uma lagrima ainda caída
no colo do ser amigo
há ainda um coração
devorado pelo desejo
de sofreguidão exprimida
pela furia da onda da vida

humana flor de lótus
dor, suor, ardor
Tira saudade lânguida
e sincera alegria esnoba
escalada pelo delirio insano

E viver aquilo que sonho
visão do devir e da sombra
de quem não viveu
o que ainda está por vir

Esgarço o coração
na contramão do sonho
colhendo sabor no corpo
poesia de quem ama.

Postagens mais visitadas